Como usar um sistema de mensalidades para engajar clientes?

Redução de custos, processos e cobranças: veja como efetivá-la em seu negócio
Redução de custos, processos e cobranças: veja como efetivá-la em seu negócio
30 de outubro de 2018
Saiba como usar o modelo de gestão financeira escolar em seu negócio
Saiba como usar o modelo de gestão financeira escolar em seu negócio
1 de novembro de 2018
Como usar um sistema de mensalidades para engajar clientes?

O pagamento recorrente tornou-se uma alternativa financeira para empresas que dependem desse modelo, como escolas e academias, mas também passou a atrair a atenção de empreendedores que desejam uma renda fixa em outros negócios, como os e-commerces. Para ambos os casos, contar com um sistema de mensalidades é fundamental.

Para que o modelo de recorrência seja lucrativo, a gestão financeira precisa ser eficiente e não dar aberturas para a inadimplência tornar-se comum. Assim, o engajamento dos clientes é uma etapa importante a fim de garantir pagamentos em dia.

O sistema de mensalidades tem muito a agregar na consolidação do modelo de pagamento recorrente e na melhora da experiência do cliente. Confira a seguir algumas dicas de como engajar clientes usando essa tecnologia.

Melhore a experiência e a comodidade do cliente

Um sistema de mensalidades fornecido por uma empresa com expertise na área englobará uma interface para os colaboradores, mas também uma para o cliente final. O objetivo é que os pagamentos e as alterações possam ser feitos diretamente pelo consumidor e da forma como for mais conveniente para ele, auxiliando na fidelização.

Assim, em vez de ter que entrar em contato com a empresa todas as vezes que desejar fazer uma alteração, como mudar o cartão de crédito de cobrança, alterar o dia de vencimento da fatura, acessar uma segunda via da conta etc., será possível realizar essas ações diretamente no aplicativo.

Essas facilidades permitem que o cliente sinta-se mais confortável realizando as alterações necessárias e reduz a inadimplência, pois facilita a gestão da conta, evitando que o consumidor espere o boleto vencer para entrar em contato com a empresa.

Dê mais autonomia para o cliente

Para que a comodidade seja um benefício real, é preciso dar mais autonomia para que o cliente realize a gestão da conta. Em vez de limitar o número de alterações, exigir confirmação por telefone ou que a pessoa vá até a loja física, todas as ações devem ser concentradas no sistema fornecido.

Uma vez que o cliente reconhece quais são as formas de pagamento mais interessantes para ele e quando ele não poderá se comprometer com a quitação da conta de uma forma, ele pode alterar visando não se tornar inadimplente.

Avaliar com o fornecedor do sistema de mensalidades se o consumidor terá formas próprias de administrar essas questões é relevante para que ele fique realmente engajado e melhore o relacionamento com a empresa como um todo.

Avalie as preferências entre as formas de pagamento

Ainda que o consumidor possa preferir uma forma de pagamento ou outra, a empresa deve estar sempre atenta às informações que podem ser coletadas utilizando um sistema de mensalidades e indicar as melhores opções.

Inicialmente é essencial conhecer bem as características e preferências do público para oferecer um modelo mais compatível e que proporcionará mais satisfação entre os clientes. Avaliando previamente esses critérios é possível definir quais funcionalidades o sistema deve oferecer para ser mais completo e atender às demandas do negócio.

As possibilidades de atualizações e melhorias também devem ser avaliadas. Por exemplo, quais métricas podem ser acompanhadas pelo sistema? É possível fazer personalizações?

Essas e outras questões permitem disponibilizar ao cliente um meio de pagamento mais completo e que atenda melhor às preferências dele.

Acompanhe as métricas do sistema de mensalidades

O acompanhamento das métricas é fundamental para que a empresa consiga identificar características importantes dos clientes e tornar o pagamento mais eficiente e ágil, otimizando processos e estratégias de atuação.

Entre as principais que devem ser avaliadas está a taxa de inadimplência. Por exemplo, se foi identificada uma inadimplência de 30% dos clientes, é possível verificar qual é a forma de pagamento predominante nesse grupo. Se identificar que é o boleto, uma campanha pode ser realizada com foco em incentivar o uso do cartão de crédito.

Essas valiosas informações permitem que a empresa desenvolva estratégias de contingenciamento para o caso de crescimento do número de inadimplentes ou quando uma forma de pagamento específica está aumentando a quantidade de pessoas que deixam de pagar.

Quando esses fatores podem ser avaliados de forma prática, é possível desenvolver estratégias e campanhas para melhorar a adimplência, reduzir cancelamentos e aumentar o ticket médio. Também é viável analisar se houve alguma mudança significativa no público ou no produto.

Alinhe o produto fornecido e o público-alvo

Outro benefício de um sistema de mensalidades é a possibilidade de avaliar se a inadimplência, a taxa de cancelamentos ou o downsell estão crescendo em uma parte do público com características semelhantes.

Por exemplo, identificou-se que 20% dos clientes que moravam em determinada região mudaram o plano para um mais econômico. Esse pode ser um indício que o produto está perdendo a relevância naquele local ou precisa ser desenvolvido um plano intermediário, reduzindo um pouco o ticket médio, mas evitando uma queda maior.

O acompanhamento dessas oscilações permite verificar se o produto ou serviço continua atendendo às expectativas dos clientes ou se estão desarticulados com o perfil de público traçado. Em alguns casos pode ser interessante reajustar os valores, em outros pode-se focar em um público de maior poder aquisitivo, alterando estratégias de marketing, por exemplo.

A definição de qual estratégia de vendas será mais relevante para o negócio depende da avaliação do caso e de uma ferramenta que possibilite o acesso a esses dados. Ao manter os produtos alinhados com o perfil de clientes, é possível engajá-los mais, pois há um maior interesse em relação à marca.

Mantenha uma gestão de pagamentos eficiente

Por fim, o engajamento dos clientes depende de uma gestão de pagamentos eficiente. Por exemplo, ninguém gosta de ser cobrado por uma conta que já pagou, e isso depende da organização e atualização do sistema usado.

Avaliar questões como taxa de cancelamento, novas assinaturas e inadimplência, por exemplo, permite organizar-se para o futuro e ter um controle financeiro mais seguro. Acompanhar o Lifetime Value, por exemplo, é uma forma de conhecer o tempo médio que os clientes permanecem ativos e o quanto pode ser esperado de receita em determinado período.

Uma taxa baixa indica que o produto ou serviço está inserido no público errado ou está prometendo mais do que pode atender, causando frustração. Todas essas questões devem ser avaliadas para ter um índice de satisfação do cliente elevado.

O controle do caixa atual e futuro oferece à empresa mais segurança financeira para investir, além de estabilidade para crescer e se solidificar. No entanto, essas conquistas só são possíveis usando ferramentas adequadas a fim de proporcionar uma gestão eficiente somada à uma experiência positiva para o consumidor.

Quer saber o que mais um sistema de mensalidades eficiente pode fazer pelo seu negócio e como ele impacta os pagamentos recorrentes? Entre em contato com o nosso time de especialistas agora mesmo e descubra!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *